fevereiro 2, 2018

DESENVOLVIMENTO A PARTIR DA CRIAÇÃO E EXPANSÃO POTENCIALIDADES

A cada dia que passa o mundo evolui, ficar apegado às coisas do passado é simplesmente dizer não para novas possibilidades, é desprezar o potencial existente dentro de nós, é desprezar as novas tendências e descobertas.

 
Hoje em dia temos que ficar “antenados” aos acontecimentos, temos que procurar entendê-los, saber o porquê esses fatos estão acontecendo, o seu sucesso depende de como você encara os fatos na atualidade, de como você potencializa esses acontecimentos em torno de melhorias para sua carreira. Sempre ouvi dizer que o aluno preferido não é aquele que é bom em uma matéria, mas aquele que mantêm uma regularidade interdisciplinar, e isso é que você precisa para que as vitórias venham, ou melhor para que você as conquiste, através de uma busca incessante de se aperfeiçoar naquilo que você faz.
 
Margaret Boden dividiu a criatividade em duas áreas, criatividade psicológica e criatividade histórica, onde denominou que criatividade psicológica é o novo para aquela pessoa, onde alguém já usou aquilo antes, e a criatividade histórica, onde o que fora criado é realmente novo em termos de invenção.
 
Partindo desse princípio podemos vislumbrar que tanto a criatividade psicológica, quanto a histórica, deve, se possível, fazer parte do nosso dia a dia, pois experimentando coisas e técnicas existentes mas novas para nós, estamos nos aperfeiçoando e nos preparando para descobrirmos coisas novas em termos profissionais e até de vida.
 
A criatividade serve para buscarmos o novo, criar maneiras de fazer diferente aquilo que se faz sempre do mesmo jeito, não queremos dizer com isso que as coisas antigas já se foram, muito pelo contrário, a junção do novo com o antigo, dá mais consistência às novas possibilidades, as experiências positivas do passado não devem ficar relegadas ao segundo plano, devem servir de exemplo para tudo em que queremos construir.
 
Pense nisso e sucesso!
    Compartilhe:

Envie seus comentários